Musealizar o sagrado

“Conversas sobre arte: Musealizar o sagrado”, Museu Diocesano de Santarém, 25 abr. 2015.

A pretexto da apresentação do último número (n.º 10) da revista Invenire, o Secretariado para os Bens Culturais da Igreja promoveu uma sessão de “Conversas sobre Arte”, no Museu Diocesano de Santarém.

Invenire (10), jan.-jun. 2015.

Invenire (10), jan.-jun. 2015.

Continuar a ler

Anúncios

Arquivologia, biblioteconomia, museologia e ciência da informação: O diálogo possível.

Araújo, C. A. A. (2014). Arquivologia, biblioteconomia, museologia e ciência da informação: O diálogo possível. São Paulo: ABRAINFO.

Fonte: Briquet de Lemos.

Fonte: Briquet de Lemos.

Carlos Alberto Ávila Araújo é professor na Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais, com um percurso académico entre o jornalismo e a comunicação social, acabando por convergir para a epistemologia da ciência da informação e para a articulação desta com as ciências patrimoniais (arquivística, biblioteconomia e museologia). Nos últimos anos, tem vindo a publicar artigos que, de alguma forma, anunciavam ou prenunciavam a obra de fundo que acaba de ser publicada pela Associação Brasileira de Profissionais da Informação (ABRAINFO), com o título Arquivologia, biblioteconomia, museologia e ciência da informação: O diálogo possível.

Continuar a ler

Aleijadinho, virtuoso e virtual

(2014). Aleijadinho 3D [sítio eletrónico]. São Paulo: da Universidade de São Paulo (USP); Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC).

Aleijadinho, é alcunha de Antonio Francisco Lisboa (1730-1814), aludindo à deficiência física do mulato nascido no Brasil colonial, de cuja vida pouco se sabe. A mais antiga notabiográfica é póstuma, uma biografia escrita por Rodrigo José Ferreira Bretas cerca de 40 anos depois da morte supostamente apoiada em documentos e depoimentos contemporâneos, o que secundariza a cronologia dos factos para um registo secundário ao estudo da obra daquele que é unanimemente reconhecido como um dos artistas matriciais brasileiros e um dos maiores expoentes do Barroco e Rococó brasileiros. É consensual a filiação do arquiteto português Manuel Francisco Lisboa e de uma das suas escravas africanas, tal como parece certo que a doença o desfigurou, deteriorou o humor e o obrigou a trabalhar com as ferramentas presas às mãos enfermas.

Aleijadinho 3D [sítio eletrónico]. página de acolhimento.

Aleijadinho 3D [sítio eletrónico]. página de acolhimento.

Continuar a ler

Um blogue para “Coleccionar design”

Galeria Bessa Pereira, em Lisboa, tem vindo a superar o objetivo meramente comercial, levando a cabo uma série de iniciativas de divulgação do design português. Ao longo do primeiro ano de existência – inaugurou em abril de 2013 – sucederam-se exposições que resgataram a memória de designers portugueses colocando-os a par de criadores internacionais e articularam expressões de outras épocas com a linguagem da contemporaneidade. Ao mesmo tempo, conseguiu afirmar-se com mais de 600 Gostos no Facebook, através de uma comunicação centrada na divulgação do conhecimento, sem pretensiosismos, mas com correção.

Blogue Coleccionar Design

Blogue Coleccionar Design, 2014

Continuar a ler

Documentar as coleções de museus: investigação, inventário, digitalização e difusão

Merleau-Ponty, C. (2014). Documenter les collections de musées: Investigation, inventaire, numérisation et diffusion. Paris : Documentation Francaise.

Continuar a ler

Panorama museológico em Portugal na primeira década do século XX

Direção-Geral do Património Cultural. (2014). Panorama museológico em Portugal: Os museus e a Rede Portuguesa de Museus na primeira década do século XXI. Lisboa: Direção-Geral do Património Cultural.

Fonte: DGPC

Fonte: DGPC

Continuar a ler

Recontextualização da arquitetura de claustros medievais em Nova Iorque

Wu, N. (2014, mar.) “Building Stories: Contextualizing Architecture at the Cloisters“. In Heilbrunn Timeline of Art History. New York: The Metropolitan Museum of Art. http://www.metmuseum.org/toah/hd/buil/hd_buil.htm

Chapter House, 12th century French, Aquitaine; from the Cistercian abbey of Notre-Dame at Pontaut, south of Bordeaux Limestone brick, and plaster; 42 x 33 ft. (1 m 280 cm x 1 m 5 cm) The Cloisters Collection, 1935 (35.50)

Chapter House, 12th century
French, Aquitaine; from the Cistercian abbey of Notre-Dame at Pontaut, south of Bordeaux
The Cloisters Collection, 1935 (35.50)

Continuar a ler